RIO 2016: O DESIGN NOS JOGOS OLÍMPICOS.


Ontem dia 23 de Junho foi o Dia Olímpico. A data marca o aniversário de fundação do
Comitê Olímpico Internacional (COI), criado em 1894. Já parou para pensar que falta pouco mais de um mês para o Rio de Janeiro receber atletas de 206 países?

O Design, acredite, está em tudo! E não nos referimos somente às arenas ou uniformes das
delegações, mas do cerne dos Jogos Olímpicos: sua logomarca e as tão desejadas medalhas.

A premiada Tátil Design , liderada por Fred Gelli, envolveu mais de 100 pessoas na criação da logomarca. O processo contou, ainda, com um cuidadoso processo de pesquisa. O ser humano foi colocado no centro da composição, cuja imagem tridimensional remete também à união e à topografia da cidade maravilhosa – em especial, ao Pão de Açúcar.

Mais Design, Mais Inovação.

O objeto de desejo de todo atleta também foi repaginado. A Casa da Moeda caprichou no design das medalhas, que pesam cerca de 500 gramas. Folhas de Louro representam a força da natureza e os heróis da competição nas medalhas olímpicas, enquanto os guizos no interior das Paralímpicas criam uma nova possibilidade de interação e permitem diferenciar outro, prata e bronze.

As peças também têm um apelo de sustentabilidade. As medalhas de ouro são 100% livres de mercúrio e as de prata e bronze contam com 30% de material reciclado em sua composição. Garrafas PET foram utilizadas na formulação da fita das medalhas, que serão acomodadas em um estojo feito de madeira produzida em áreas com atividade ambiental sustentável e socialmente responsável.

É como a gente sempre diz: o Design está em Tudo e é Para Todos.


Acompanhe as histórias e dicas da Salamarela, duas vezes por semana, no blog Boas Novas. Se preferir, receba nosso conteúdo no seu email. Tem dúvida? Precisa de ajuda? Escreva para a gente!