Como é que eu lido com um whatsapp desses?

Captura de Tela 2018-06-23 às 3.34.30 PM.png

Como é que eu lido com um whatsapp desses?

A mensagem de Whatsapp era assim: “oi... sabe de quem ta precisando...obg”

Eu deixei de lado porque, além de ser de um número desconhecido, mal dou conta do que preciso dar conta. Mas, quando retomei o celular para responder algumas mensagens importantes, fiquei pensando no teor suposto (ou suspeito) desta.

Se não fosse algo saído de uma penitenciária direto para o meu número,
ponderei algumas possibilidades.

1. Seria alguém com a intenção de se fazer lembrada(o).
2. Alguém que gosta muito de reticências.
3. Uma mensagem para o destinatário errado.
4. Sendo a mensagem uma pergunta, faltava uma interrogação.
5. A pessoa foi acometida por uma dor súbita enquanto digitava e não deu tempo de concluir o raciocínio.
6. Um trecho de um poema contemporâneo.
7. Podia ser pior, tipo “vou estar enviando uma mostra grátis”.

Vi pela foto no perfil do remetente que conhecia a pessoa, um ex-colega de trabalho, da área de comunicação. Bastante escolarizado, por sinal, ainda que tenha esquecido um pedaço das aulas. Bastante gente fina, por sinal. Aí caiu minha ficha de que ele me indagava sobre oportunidades de trabalho.

Foi neste momento que entendi: estamos desaprendendo a escrever.

Cada vez mais estamos lendo menos, conversando menos e escrevendo mais. Seja nas empresas, com a família ou com os clientes, afinal, usamos feito loucos os canais digitais e as redes sociais porque esta é a nossa atual forma de interação, goste ou não.

Se meu prezado colega continuasse escrevendo assim, imagine na hora em que tivesse de vender o seu peixe em um e-mail para um possível recrutador? Certamente ele precisaria de muita ajuda – e muita sorte - para conseguir freelas ou emprego.

A partir desta percepção que nasceu o curso S.H.O.W!

Um novo treinamento de ESCRITA & STORYTELLING PARA NEGÓCIOS, feito para ajudar as pessoas a se comunicarem melhor por meio da escrita e, principalmente, venderem bem suas ideias, projetos, produtos ou serviços através de conteúdos bem estruturados e impactantes.

Serve para todo tipo de necessidade de comunicação escrita.

Para você que rala todo dia escrevendo relatórios, e-mails na empresa, faz apresentações em PPT, posta nas redes sociais sobre o seu negócio ou ainda escreve TCCs ou teses acadêmicas. E até para quem está buscando uma recolocação e quer ter um perfil de LinkedIn bem escrito ou enviar um e-mail para alguma vaga profissional, que se destaque da concorrência.

Se você precisa de resultados mais efetivos para as suas mensagens, este curso é para você.

É um curso com muita prática, fora a teoria. Mão na massa mesmo para experimentar as melhores ferramentas de elaboração de conteúdo e de uma escrita clara, coesa e objetiva. Imprescindível no mundo dos negócios.

Esse Whatsapp do meu colega já tem um tempo. Hoje ele está empregado, satisfeito. Na época, decidi falar com ele pessoalmente pra dar o toque. Ainda bem que no chope é bem mais fácil a gente se conectar e dizer um para o outro o que deseja. Basta um brinde.

Quer dar um S.H.O.W! na sua área de atuação?
Escreva para
querofazer@salamarela.com.br e saiba mais.

Por Cintya A Nunes
Colaboradora da Salamarela, redatora publicitária, produtora de conteúdo, storyteller ou, se preferir, contadora de histórias corporativas com finais felizes.

Cintya A. Nunes

Graduada em Comunicação com habilitação em Publicidade
e Propaganda pela ECA-USP.
Redatora Publicitária & Produtora de Conteúdo. 20 anos de experiência na área, trabalhando em agências dos mais variados perfis, sempre produzindo conteúdo, criando conceitos e colaborando com marcas e empresas a se comunicarem de forma eficiente com o seu público.
Clientes atendidos: Banco Itaú, Santander, Havaianas, Volkswagen, GM, BRF, Natura, O Boticário e muitos outros.